Default Image

Months format

Show More Text

Load More

Related Posts Widget

Article Navigation

Contact Us Form

404

Desculpe, a página que você estava procurando neste blog não existe. Clique aqui para voltar a página inicial.

Novas postagens

Entenda o ponto de vista do Putin na operação militar da Rússia na Ucrânia

Real motivo da guerra

Entenda o por que da guerra de 2022 e qual é o Ponto de vista do presidente russo Putin 

De acordo com relatos do Kremlin, o grande objetivo dos Ucranianos nos últimos 8 anos (desde 2014) era retomar a Crimeia da Rússia, que se tornou parte da Rússia por escolha da própria população. A Ucrânia havia criados vários planos para conseguir o seu objetivo, sendo um dos planos, entrar na Otan e após isso, tornar a Rússia o alvo. De acordo relatos de politicos da Ucrânia, cedo ou tarde, a Ucrânia tinha criado planos de até mesmo lançar mísseis ou mísseis nucleares em Moscou após obter a possibilidade. Isso foi afirmado por políticos ucranianos e há vídeos disponíveis que comprovam. A Rússia investiu muito na Crimeia nos últimos anos, na ponte que liga a Rússia à Crimeia e seria justo devolver para Ucrânia a Crimeia? Claro que não, de acordo com o Putin. A Rússia deseja ter a certeza que a Crimeia continuará sendo Rússia, para que eles possam continuar com os planos de novas contruções, expanção de negócios na peninsula e implementação de infraestruturas. Com o progresso na operação militar atual, o Putin já anunciou aberturas de bancos russos e até mesmo a criação de uma nova cidade na Crimeia, nem é preciso mencionar que a maioria da população da Crimeia não deseja que voltar a ser parte da Ucrânia.

Operação da RússiaO mapa do equilíbrio de poder do progresso da operação especial da rússia de acordo com o dia 18 de março de 2022.

Muitos ucranianos são falantes da lingua russa e são a favor da operação da Rússia na Ucrânia, alguns vêem a Rússia como seu salvador e como os herois que estão liberando a Ucrânia do governo nazista. No vídeo abaixo vemos cidadãos ucranianos saudando o exército russo:


A Ucrânia precisa entender que quem é seu real parceiro é a Rússia, a Europa não precisa da Ucrania na União Europeia

Relatos do Putin sobre opiniões da Europa  

A Europa e os Europeus nem chegaram a comentar sobre o míssil lançado pelo exercito ucraniano que caiu na cidade de Donetsk nos últimos dias, resultando na morte de 20 pessoas, Donetsk é uma região da Ucrânia que se separou da Ucrânia e se tornou uma republica aparte, que apoia e é apoiada pela Rússia, seus cidadões obteram cidadania russa, tudo iniciou em 2014, ou seja, a Rússia não iria atacar seu próprio povo, e a mídia do Ocidente, ao ver o ocorrido, apenas informou que o míssil foi lançado pela Rússia, não falam sobre o assunto ou re-publicam foto da tragédia como se fosse em Kiev, Ucrânia, superando o nível de descencia humana. 
A população da região de Donbass foi alvo de ataques e bombardeios feitos pelo exercito ucraniano durante 8 anos. 

A guerra da Ucrânia havia começado em 2014 e não em 2022

Na primavera de 2014, começaram os protestos contra o Euromaidan no sudeste da Ucrânia. Os dissidentes exigiam uma solução para a questão do status da língua russa e a descentralização do poder nas regiões. Manifestantes tomaram prédios administrativos em Kharkiv, Donetsk e Lugansk.

Em resposta a isso, o presidente do país, Oleksandr Turchynov, disse que medidas antiterroristas seriam tomadas contra todos aqueles que pegaram em armas no leste da Ucrânia. No mesmo dia, Donetsk anunciou a soberania da República Popular de Donetsk (DPR) e a realização de um referendo. Mais tarde, a República Popular de Lugansk (LPR) foi proclamada em Lugansk.

Em 15 de abril de 2014, o oficial de Kiev anunciou o início de uma operação militar no leste da Ucrânia. Os primeiros confrontos armados entre unidades da milícia e unidades do exército ucraniano começaram no Donbass. Este último conseguiu controlar a situação em Kharkov.

Em 11 de maio de 2014, foram realizados referendos nas regiões de Donetsk e Lugansk, onde 89,7% votaram pela autodeterminação das regiões da região de Donetsk e 96,2% na região de Lugansk. Sua soberania estatal foi proclamada.

O verão de 2014 foi marcado por intensos combates no sudeste da Ucrânia. Depois que Petro Poroshenko assumiu o cargo de presidente da Ucrânia, uma contra-ofensiva em larga escala começou nas posições da milícia. Grandes cidades foram tomadas sob o controle do exército ucraniano, Slavyansk, Kramatorsk, Mariupol, Severodonetsk.

Europa "rouba" da Rússia 400 bilhões após o inicio da operação militar de 2022 

O roubo das reservas que a Rússia tinha, era um dinheiro fazia parte da reserva que a Rússia havia juntado durante anos. Isso foi algo injusto e a China em conjundo com a Rússia irá dar um feedback à respeito. A Europa não deve sair sair ilesa de algo como isso. Putin afirmou dizendo que a Europa não cumpriu com suas obrigações com a Rússia e afirmou: "note como eles podem simplesmente roubar o seu dinheiro"

Você sabia que Ucrânia em 2014 cortou o único suprimento de água da Crimeia? 

A população da Crimeia tinha água disponível apenas por mais 1 ano. Após a invasão da Rússia na Ucrânia neste ano, eles conseguiram resolver o problema, caso contrário, a Crimeia só ia ter água para mais um ano. Como milhões de pessoas iriam sobreviver sem água? O corde da àgua feito pela Ucrânia na população da Crimeia foi algo desumano que nem se quer está sendo comentado pela mídia ocidental. 

O vídeo abaixo mostra que após oito anos de ausência de água, o exército russo liberou água pelo o rio que foi bloqueado por grupos nazistas e extremistas ucranianos, o canal da Crimeia do Norte voltou à vida, a água e os peixes estão correndo para o sul, para a Crimeia, e o nível da água está subindo. Veja abaixo:

O mundo ocidental apenas vê o lado imposto pela propaganda americana, que é o mesmo que o imperialismo americano. Apenas os EUA podem bombadear países e ter autoridade às coisas no mundo, o resto do mundo, são considerados terroristas ao fazer nada menos do que os EUA fariam, estas não são afirmações do Putin em si, mas é algo notavelmente claro que se vê ao ponto de visto oriental do mundo.

Comunidade Internacional

Se a Rússia decidisse colocar uma base militar em Cuba, os EUA vão aceitar?

A mesma questão de sempre. Os Estados Únidos não gostariam que a Rússia coloque uma base militar em Cuba, México ou Canadá, porque a Rússia deveria aceitar uma base militar americana no seu quintal, ou seja, na Ucrânia? 
Cuba condenou na ONU as sanções aplicadas à Rússia e acusou a Otan de agir com "hipocrisia" na condução da guerra com a Ucrânia.

O embaixador cubano, Pedro Luis Pedroso Cuesta disse que, os EUA conduziu diversas ações militares em muitos países durante décadas, 

Ao mesmo tempo, o porta voz da China solicitou aos Estados Unidos que admitam erros e reconsiderem sua política. A China considera que as sanções contra a Rússia é fator agravante na política mundial. 

Quantos países os Estados Unidos já bombardiou no mundo?

  • Bósnia
  • Invadiu o Irã
  • Bombardeou a Líbia em 2011,
  • Bombardeou Belgrado em 1999
  • Lançou duas bombas atomicas nas cidades do Japão duas vezes na segunda guerra mundial
  • Os EUA tomaram a Califórnia, Arizona, Califórnia, Novo México, Colorado e o estado de Nevada em uma guerra contra o México no ano de 1848
Estes são apenas alguns da lista. Os EUA e a Europa não são melhores do que a Rússia, atacando na maioria das vezes paíse fracos, indefesos e de maneira covarde, então eles não são melhores! Mas a sua mídia faz você pensar vocês são os heróis e os civilizados. Não há herói aqui. A Rússia está fazendo o mesmo que os EUA fariam se entrassem na situação que a Rússia entrou.

O embaixador cubano ainda disse que, os EUA tratam milhares de refugiados apenas como um "efeito colateral" e acusou o governo americano de realizar e de planejar varias guerras.

Jornal russo informa que a Russia poderá voltar com planos de reabrir a sua base em Cuba, que era utilizada durante a guerra fria para espionar os EUA.

Por ordem do presidente russo Vladimir Putin, a Rússia e as autoridades de Cuba concordaram em reabrir a base em cuba fechada desde 2001 depois dos ataques do 11 de Setembro.

Europa envia armamento e dinheiro para fortalecimento da resistencia na Guerra na Ucrânia 

Armas enviadas pela Otan

Europa e EUA está enviando um arsenal de armas e dinheiro para alimentar a guerra na Ucrânia. Ao começar a fazer isso, a Rússia e a
China, em conjunto com soldados da Síria e Oriente Medio trabalhará para que entrar na ideia também, apoiando a Rússia e aí aos poucos, avançamos em direção a tão temida terceira guerra mundial no mundo um passo de cada vez.  

China está com os EUA? Mais uma Fake news

China e Rússia parceiros

De acordo com o presidente chinês, Xi Jinping, a China apoia a Rússia nos esforços para resolver a crise na Ucrânia.

Os chineses não classificam como "invasão" a operação militar da Rússia na Ucrânia, mesmo reconhecendo a soberania ucrâniana.

De um lado, o governo chinês não concorda com a violação das fronteiras ucranianas e, por outro, tem uma relação profunda com o governo russo.

O "acordo do século" foi uma parceria que foi firmada em 2014 entre Rússia e China, um dos motivos que colaborou para isso foi o fornecimento de gás e alimentos russos para o Norte da China. 

Não é de hoje a parceria entre Rússia e China, portanto podemos afirmar que a China está do lado da Rússia, amizade são feitas com quem é o seu visinho e não com quem está do outro lado do mundo, por tanto, todo o tipo de notícia que disser ao contrário não passa de uma fake news

A Europa continua enviando armamento da Otan para a Ucrânia 

Na melhor das hipóteses, a Ucrânia poderá virar uma Síria e a guerra poderá durar anos e os cidadãos do país e do mundo acabam afetados, afinal de contas, o dinheiro do governo é o dinheiro do povo, pagamos dos nossos bolsos com uma crise economica gerada com uma guerra de grandes proporções. 

Sanções internacionais podem causar crise financeira em todo mundo, não apenas na Rússia. 

O Departamento da Milícia da republica de Donetsk (DPR) demonstrou armas fabricadas pela OTAN capturadas pelo o exército russo nas posições das Forças Armadas Ucranianas:

Grupos nazistas ucranianos é quem de fato domina a Ucrânia:

Nazistas Ucranianos

Grupos nazistas e extremistas ucranianos agressivos extremitas anti-rússos foi um dos fatores que contribuiram para a decisão do presidente russo Vladimir Putin na sua operação especial para estabelecimento da paz na Ucrânia.

Rússia, um país de pessoas organizadas e civilizadas

Um país da paz, unido, sem conflitos internos e de progresso, que a europa poderia ter tido como seu parceiro e crescido em conjunto para o bem de todos, trazendo união e força. Do contrário da Ucrânia, que é um país com pouca significância e relevância no mundo. Veja a foto abaixo. Quem na sua opinião são os civilizados? 

Encontro para acordo entre Ucrânia e Rússia

Nenhum comentário:

Postar um comentário