Default Image

Months format

Show More Text

Load More

Related Posts Widget

Article Navigation

Contact Us Form

404

Desculpe, a página que você estava procurando neste blog não existe. Clique aqui para voltar a página inicial.

Novas postagens

O Facebook será renomeado como “Meta”

Facebook muda o nome para Meta

A rede social não definirá mais o futuro do Facebook, empresa que agora será conhecida como Meta. Facebook Inc. está mudando o nome para distinguir sua rede social sitiada, que tem uma reputação cada vez mais pobre em todo o mundo, da empresa que está fixando seu futuro na promessa de um “metaverso”.

"Nossa marca está tão intimamente ligada a um produto que não pode representar tudo o que estamos fazendo hoje, muito menos no futuro", disse Zuckerberg. "De agora em diante, seremos primeiro o metaverso, não o Facebook primeiro."

Zuckerberg anunciou o novo nome durante uma palestra virtual (meta-virtual?) Para o evento Connect da empresa. Sob seu novo arranjo, o Facebook e sua “família de aplicativos” serão uma divisão da empresa Meta, que ainda será liderada pelo Zuckerberg.

A reestruturação tem algumas semelhanças com quando o Google se reestruturou na Alphabet, a holding que agora opera o Google, junto com suas “outras apostas” como DeepMind e Nest. O Facebook disse anteriormente que planeja separar o Facebook Reality Labs, seu grupo AR e VR, do resto da empresa ao relatar seu desempenho financeiro. Em um novo comunicado, acrescentou que sua "estrutura corporativa" não mudará. A empresa também está mudando seu código de ações de FB para MVRS a partir de dezembro.

A empresa está posicionando o nome como mais reflexo de suas ambições futuras de evoluir de rede social para empresa metaverse. Zuckerberg ainda está definindo exatamente o que ser uma “empresa metaverso” significa para sua plataforma principal e usuários, mas a realidade aumentada e virtual é central para a visão

A empresa já exibiu uma versão inicial de um projeto, chamado Horizon Workrooms, que permite que as pessoas realizem reuniões em RV. A empresa também apresentou uma prévia das novas experiências "Horizon Home" e "Horizon Venues". (Todos os produtos de VR social da empresa cairão sob a marca maior "Meta Horizon", de acordo com uma postagem do CTO Andrew Bosworth.) E, no início deste mês, a empresa anunciou planos de contratar 10.000 novos trabalhadores na Europa para construir seu metaverso.

A mudança de nome também ocorre em um dos momentos mais precários da história da empresa. A rede social está se recuperando das consequências dos “Facebook Papers”, um tesouro de documentos internos coletados por um ex-funcionário que se tornou denunciante. Os documentos foram a base para uma série de reclamações à Securities and Exchange Commission, bem como a fonte de mais de uma dúzia de relatórios sobre as falhas da empresa em conter a maré de desinformação, discurso de ódio e outros danos causados ​​pela plataforma.

O novo nome também significa que o icônico "polegar para cima" do Facebook não será mais o logotipo oficial da empresa ou a sinalização de sua sede. (Aliás, o papel dos "gostos" e outras reações para permitir o ódio e a raiva no Facebook tem sido uma narrativa central das divulgações do Facebook Papers.) Em uma postagem no blog sobre o design do novo nome e logotipo, a empresa disse que o novo logotipo foi otimizado para experiências 3D e é “projetado para ser vivenciado de diferentes perspectivas e interagido".

Vale ressaltar que o novo nome não muda nada para os serviços principais do Facebook, Instagram, Messenger e WhatsApp, que serão conhecidos pelos nomes existentes. Mas os serviços poderiam obter experiências mais orientadas para o metaverso com o tempo. O chefe do Instagram, Adam Mosseri, disse que os usuários podem esperar "uma experiência mais imersiva do Instagram no metaverso". 

Bosworth também observa que alguns "produtos e serviços relevantes" também seriam renomeados, como a programação do Portal, que acabará assumindo a marca "Meta Portal". A empresa também planeja "aposentar" o nome Óculos, com os produtos VR assumindo a identidade Meta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário