quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Em carta, delegado que matou advogado conta o que o levou a cometer o crime


Foto: Divulgação
Em carta aberta divulgada nesta quarta-feira (13), o delegado Gustavo de Castro Sotero, preso por ter matado o advogado Wilson Justo no dia 25 de novembro, no Porão do Alemão, explicou o ocorrido naquela madrugada.
Na tarde do dia 25, o juiz criminal plantonista Frank Augusto Lemos do Nascimento homologou a prisão em flagrante do investigado Gustavo Sotero, durante realização de audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch Reis.
A homologação do flagrante foi realizada após as formalidades legais e a conversão para a prisão preventiva foi determinada para garantia da ordem pública, conforme prevê o Código de Processo Penal Brasileiro, diante da gravidade concreta das infrações penais apuradas pela autoridade policial e da repercussão e clamor social ocorridos na cidade de Manaus.
Uma fonte revelou que o delegado ainda não consegue dormir direito e também sente dores.
Veja as cartas:

Manaus Alerta

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

LER MAIS:

Açaí do Roni

Açaí do Roni
Feito com água mineral

Seguidores

BLOG ZAP NOTÍCIAS

BLOG ZAP NOTÍCIAS

ALTER DO CHÃO

ALTER DO CHÃO

MULTY AMARGO

MULTY AMARGO

NOTÍCIAS ATUALIZADAS

NOTÍCIAS ATUALIZADAS

DISTRIBUIDORA ATACK

DISTRIBUIDORA ATACK

Venha conferir nossos preços

Venha conferir nossos preços

Venha fazer suas compras aqui

Venha fazer suas compras aqui

Publicidade:

Publicidade:

Marcadores