quinta-feira, 25 de maio de 2017

Universitária amazonense arranca coração de cadela para aula de veterinária


A denúncia chegou a advogada e vereadora Joana Darc, na tarde desta quarta-feira (24), que vai registrar a ocorrência na Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema).




A suposta morte de uma cadela chocou os internautas após uma estudante de medicina veterinária publicar um post no Facebook onde afirma que arrancou o coração da própria cadela para estudos da área de atuação. A denúncia chegou a advogada e vereadora Joana Darc, na tarde desta quarta-feira (24), que vai registrar a ocorrência na Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema).

Segundo Joana, que trabalha há oito anos na causa animal, ela nunca tinha visto nada parecido antes. Por isso, postou na sua página pessoal na rede social o caso e pediu para que as pessoas compartilhassem para identificar e encontrar a universitária.

“O intuito dessa denúncia é para encontrarmos essa pessoa que fez isso. Estou arrasada, em 8 anos de causa animal nunca vi tal crueldade”, disse.

Ainda segundo a advogada, a primeira informação, publicada pela própria universitária, é de que a cadela teria morrido e depois ela tomou a iniciativa de retirar o coração do animal para estudar o sistema cardiovascular, uma das matérias lecionadas no curso.

“Como infelizmente minha cachorra morreu e estou estudando o sistema cardíaco. Então tirei o coração dela para estudar”, disse a universitária em trecho da publicação.

No entanto, há informações de que a universitária teria matado o animal. De acordo com amigos da suspeita, ela comentou em grupos do WhatsApp que teria matado a cadela com a finalidade de estudar os órgãos.

“Hoje temos cinco testemunhas que afirmaram que a estudante informou este fato aos colegas de faculdade por mensagem no WhatsApp”, explicou a vereadora.

Joana contou ainda que já procurou as redes sociais da acadêmica, mas acredita que ela tenha excluído as contas no Facebook e no Instagram após a repercussão negativa da atitude.

“Já procuramos o Facebook dela e nada. No Instagram a conta está bloqueada e não há mais os seguidores. Preciso que essa mensagem chegue até os estudantes de medicina veterinária da turma dela para que possa me dar provas e testemunhos acerca dessa barbaridade”, finalizou.

Um Boletim de Ocorrência (B.O) será registrado na Dema, ainda nesta quarta-feira, para apuração dos fatos. A reportagem tentou encontrar a estudante denunciada, mas não obteve sucesso. A faculdade onde supostamente ela estuda também foi procurada e até a publicação deste conteúdo ninguém falou sobre o assunto. Fonte: Portal do Holofote

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

LER MAIS:

Seguidores

BLOG ZAP NOTÍCIAS

BLOG ZAP NOTÍCIAS

ALTER DO CHÃO

ALTER DO CHÃO

MULTY AMARGO

MULTY AMARGO

NOTÍCIAS ATUALIZADAS

NOTÍCIAS ATUALIZADAS

DISTRIBUIDORA ATACK

DISTRIBUIDORA ATACK

Venha conferir nossos preços

Venha conferir nossos preços

Venha fazer suas compras aqui

Venha fazer suas compras aqui

Publicidade:

Publicidade: