terça-feira, 16 de maio de 2017

Sessão especial marca a luta pela valorização do Assistente Social em Santarém


Vereador Rogélio Cebuliski (PSB), que foi o autor do requerimento da sessão, e demais vereadores puderam ouvir as reivindicações da categoria como realização de concursos públicos e reconhecimento do papel do profissional nas instituições.



Profissionais com muitos anos de formação em Serviço Social e de trabalho no mercado, acadêmicos do curso, representantes de instituições que lidam com assistentes sociais no dia a dia e vereadores participaram, na manhã desta terça-feira, 16/05, da sessão solene em homenagem ao “Assistente Social”. Cebuliski, que foi o autor do requerimento, e como de praxe, presidiu a mesa oficial do evento, falou da importância desse profissional na sociedade. “Uma satisfação muito grande poder reconhecer esses profissionais que são tão importantes para o nosso município, na garantia dos direitos do cidadão”.

O parlamentar ainda sugeriu aos pares a proposição de um projeto de lei que poderá incluir o assistente social no quadro das escolas municipais. “É muito mais fácil de serem identificadas as demandas e necessidades por meio da escola porque é o primeiro contato das famílias e dos filhos, e tenho certeza que ele [assistente social] vai ser muito útil dentro da unidade escolar”, defende.
O presidente da Casa Antonio Rocha (PMDB) destacou que “a Câmara está muito feliz por realizar esta sessão porque as pessoas homenageadas se sentem felizes por serem reconhecidas pelo Poder Legislativo”. 

Além de Antonio Rocha e Rogélio Cebuliski, a mesa foi composta por representantes das instituições de ensino superior que ofertam o curso de Serviço Social no município CEULS/ULBRA, UNAMA, UNINTER, UNOPAR e UNIP, pela delegada de crimes contra a integridade da mulher Andreza Alves, pelo analista da Justiça Federal Silas Batista, pelo Conselho Regional de Serviço Social e pela secretária municipal de Trabalho e Assistência Social Celsa Silva.
A titular da SEMTRAS, que é também primeira-dama do município, enfatizou que o assistente social “está presente em vários setores: educação, saúde, judiciário, e na SEMTRAS está em vários equipamentos do município, os quais, junto com o assistente social, chegam mais próximo ao usuário, levando o acolhimento, escutando as pessoas que estão em estado de vulnerabilidade social”. Ela completou ressaltando que o profissional não é assistencialista, mas um mediador do acesso do cidadão às políticas públicas.

Quatorze assistentes sociais foram homenageadas. Na ativa ou já aposentadas, cada uma representou a luta da profissão pelo próprio reconhecimento e pelo objetivo principal dela: a garantia dos direitos do cidadão. Maria Neide Queiroz de Sousa, de 76 anos de idade, ex-primeira-dama como esposa do ex-prefeito, também homenageado na sessão, Ronan Liberal, é considerada a fundadora do Serviço Social em Santarém com diversos trabalhos executados no município. Ela congratulou todos os profissionais que atuam e já atuaram na área e os estudantes do curso. “Quero que o jovem de hoje valorize o que eu e outros deixamos”, clama.
Maria Edem de Matos Tavares foi homenageada e também compôs a mesa representando o Conselho Regional de Serviço Social (CRESS/1ª Região). Quando usou a palavra, enumerou as atribuições do órgão, que abrange além de Santarém, outros municípios da região Oeste do Pará. Ela ainda pontuou que os objetivos da categoria, neste momento, seriam rearticulá-la para aderir ao projeto político ético do Serviço Social e incentivar os profissionais a participarem das reuniões promovidas pela coordenadoria do CRESS.

Ao ser questionada pela ASCOM/Câmara sobre o reconhecimento do profissional, Maria Edem observou que a profissão é “respeitada porque tem uma legislação pertinente em que outra pessoa não pode exercê-la”. Ela ressaltou também que só pode desempenhar a profissão quem é graduado em Serviço Social e está devidamente registrado no conselho, e que o desrespeito a isso é passível de punições como advertência, suspensão temporária ou definitiva e cassação do registro de assistente social.  
Fundador do prédio onde hoje está instalada a SEMTRAS, o ex-vereador e ex-prefeito de Santarém Ronan Manuel Liberal Lira foi homenageado como “Amigo do Assistente Social”. Pai do vereador Ronan Liberal Jr. (PMDB), ele se disse honrado em receber a homenagem. “A minha formação é social porque o advogado presta também serviço social, mas tive a sorte de quando fui nomeado prefeito de Santarém ter casado com uma assistente social que já tinha experiência na área. Quando cheguei aqui, não existia nenhum trabalho de forma que o município pudesse ter um programa nesse setor”, rememora,


 Por Jefferson Santos – Jornalista da ASCOM
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

LER MAIS:

Seguidores

BLOG ZAP NOTÍCIAS

BLOG ZAP NOTÍCIAS

ALTER DO CHÃO

ALTER DO CHÃO

MULTY AMARGO

MULTY AMARGO

NOTÍCIAS ATUALIZADAS

NOTÍCIAS ATUALIZADAS

DISTRIBUIDORA ATACK

DISTRIBUIDORA ATACK

Venha conferir nossos preços

Venha conferir nossos preços

Venha fazer suas compras aqui

Venha fazer suas compras aqui

Publicidade:

Publicidade: