terça-feira, 11 de abril de 2017

Pessoas que pedem a volta da ditadura poderão fazer estágio em batalhão que torturou soldado


Um soldado da 27ª Brigada de Infantaria Paraquedista pediu baixa depois de sofrer um trote violento de 18 militares superiores. Com os pés e mãos amarrados, foi submetido a uma surra aplicada com pedaços de pau e fios, além de sofrer mordidas na região das nádegas e genitália por um cabo conhecido como “Cachorro Louco”. O soldado sofreu a amputação de um testículo como resultado da tortura.

Tudo isso levou um grupo de empresários antenados a criar um programa de estágio no batalhão em que o soldado foi torturado.
“As pessoas que saem às ruas pedindo que se coloque todo o poder da República na mão de pessoas criadas em um ambiente como este podem já viver a realidade que querem na pele”, disse o empresário Jorginho Cavalcanti Orleans.
“Quer ver o que acontece com quem tenta falar o que pensa num regime baseado na punição física e não no Estado de Direito? Passa cinco minutos com o Cachorro Louco numa sala fechada. Vai ser um sucesso, já temos centenas de clientes da classe média-alta paulistana na fila”, revelou. Fonte:( www.sensacionalista.com.br)

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. Alguém pede por ditadura? Que eu saiba, estão pedindo por intervenção. Os que atualmente estão no poder são muito mais do que apenas um cachorro-louco, e estão estripando o povão há anos.

    ResponderExcluir

LER MAIS:

Seguidores

BLOG ZAP NOTÍCIAS

BLOG ZAP NOTÍCIAS

ALTER DO CHÃO

ALTER DO CHÃO

MULTY AMARGO

MULTY AMARGO

NOTÍCIAS ATUALIZADAS

NOTÍCIAS ATUALIZADAS

DISTRIBUIDORA ATACK

DISTRIBUIDORA ATACK

Venha conferir nossos preços

Venha conferir nossos preços

Venha fazer suas compras aqui

Venha fazer suas compras aqui

Publicidade:

Publicidade: