O Tribunal de Justiça de Mato Grosso decidiu a favor da mulher traída por marido. Esse foi o entendimento da Quinta Câmara Cível do Tribunal de Justiça, que ficou do lado da mulher para que ela receba um auxílio por período suficiente até que se adapte a nova vida (solteira), ou seja, até que ela encontre meios onde possa se manter sozinha.
Além disso, ela receberá uma indenização por danos morais em virtude da infidelidade de seu ex marido, motivo pelo qual resultou o fim do relacionamento. O ex marido se recusou a cumprir com essa “obrigação”, porém os magistrados explicaram que essa situação se baseia no dever de “mútua assistência” que vai além do rompimento, porque a mulher afirma não conseguir se manter sozinha.( Fonte: AGORA MT Notícias )